terça-feira, fevereiro 05, 2008

Farra Fanfarra



Os disfarces consentidos...

Ontem fui ao Grémio Lisbonense. Pus a minha máscara consentida. Deu muito jeito, caso contrário ter-me-ia despedaçado em mil pedacinhos e ter-me-ia revelado totalmente. Ninguém levou a mal. Viram os olhos mas com todo o disfarce ninguém reparou na minha alma. Era essa a intenção.

O Grémio é uma associação muito antiga. Muito bonita. O ambiente esteve extremamente quente e agitado, liberal, digo. A música interessante dos Farra Fanfarra, toda a gente de sorriso estampado,quase um hippie love... Confesso que, a certa altura, temi que o chão fosse desabar e fossemos todos morrer ali, em plena folia de Carnaval...mas não aconteceu...graças a Allah...sim, graças a ele porque aquela gente toda não estava muito preocupada que tal coisa acontecesse... Esta foi uma daquelas noites calmas e agitadas ao mesmo tempo, sem que consiga explicar melhor. Aqui nos subúrbios chamamos-lhe estilo legalize it...



Como posso explicar-te o que sinto? Como posso parar esta roda? Como posso segurar-te nos meus braços e não te deixar cair? Como entregar-me a ti totalmente sem que todas as imagens baralhem os meus sonhos? Como esquecer o corpo, como fazer escolhas? Como fazer algo por mim, ser honesta comigo mesma, acima de tudo? Como encontrar essa voz escondida cá dentro? Como deixar de lutar contra mim mesma? Como perceber quem sou?

2 comentários:

SUPER disse...

Adoreiiiiii acima de tudo passar mais uma noite contigo Miga Luv You Sooooo Mutchhhhhhhhhh ********

sagitus disse...

Como separar a cabeça do coraçao?
**